Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4073
Título: Método histológico para contagem de ovaríolos de rainhas virgens Apis mellifera africanizadas (Hyminoptera: Apidae)
Título(s) alternativo(s): Histological method for count of ovarioles of virgin queens africanized Apis mellifera (Hymenoptera: Apidae)
Autor(es): Domanski, Fernanda Raulino
Orientador(es): Maia, Fabiana Martins Costa
Palavras-chave: Abelhas rainhas - Criação
Morfologia (Animais)
Animais - Melhoramento genético
Bee culture - Queen rearing
Morphology (Animals)
Animal breeding
Data do documento: 28-Fev-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Dois Vizinhos
Citação: DOMANSKI, Fernanda Raulino. Método histológico para contagem de ovaríolos de rainhas virgens Apis mellifera africanizadas (Hyminoptera: Apidae). 2018. 52 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia) – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Dois Vizinhos, 2018.
Resumo: Várias características são utilizadas para qualificar uma rainha Apis mellifera de qualidade, entre elas se destaca o número de ovaríolos, uma vez que esta está ligada a varias outras características de qualidade da rainha como, por exemplo, volume da espermateca e peso da rainha à emergência. Usualmente a contagem de ovaríolos é realizada em rainhas fecundadas devido à facilidade na manipulação dos ovários, em rainhas virgens a contagem não é realizada normalmente, porem considerando-se que a contagem do número de ovaríolos em rainhas virgens possibilita um ganho de tempo, uma vez que a rainha não precisa ser fecundada para a contagem, e não a perda da matriz para a contagem, sendo que a mesma pode ser realizada nas filhas da rainha. Diante disso o objetivo deste estudo foi desenvolver um método para a contagem de ovaríolos e estudar a relação entre o peso à emergência, medidas morfométricas externas, ovário e espermateca de rainhas virgens A. mellifera africanizadas. Os dados analisados são referentes a medidas de peso à emergência, comprimento total, comprimento e largura do abdome, peso dos ovários direito e esquerdo, peso da espermateca e número de ovaríolos nos ovários direito e esquerdo de 50 rainhas A. mellifera africanizadas virgens. Para a contagem dos ovaríolos foi adaptado um método com base em vários trabalhos realizados com abelhas A. mellifera. A metodologia utilizada consistiu na utilização de um procedimento histológico composto por fixação em Bouin por uma hora, seguido por três lavagens em álcool 70%, tendo cada lavagem 15 minutos. Em seguida os ovários passaram por desidratação gradual em álcool (Álcool 80%, 90%, 95%, com dez minutos de duração cada e duas lavagens de 30 minutos em álcool 100%), diafanização (álcool: xilol 1:1: 30 minutos, e dois banhos em xilol, com 30 minutos de duração cada), infiltração e inclusão (parafina/xilol: 30 minutos e parafina por 3 horas). Após o corte do tecido em micrótomo manual com largura de cinco a seis µm, as lâminas com o tecido foram coradas com Hematoxilina de Harris e Eosina. Após a coloração as lâminas foram montadas com lamínula e Bálsamo do Canadá. Para verificar as relações entre as características, as variáveis foram submetidas à estatística descritiva, ao teste de correlação de Pearson e ao teste de correlação de Spearman, ao nível de significância de <0,05%. O método histológico utilizado para a contagem do número de ovaríolos se mostrou eficiente em rainhas virgens e em rainhas fecundadas. O registro fotográfico permitiu a contagem precisa do número de ovaríolos, desta forma, evitando erros associados à coleta de dados e consequentemente, análises viesadas. A média para peso à emergência foi de 210,94 mg , 17,16 mm para comprimento total, 10,47 mm para comprimento do abdome, 4,98 mm largura do abdome, 0,50 mg para peso da espermateca, 5,32 mg para o peso do ovário esquerdo e 5,29 mg para o peso do ovário direito, 152 para o número de ovaríolos no ovário direito e 139 ovaríolos no ovário esquerdo. Quando avaliadas as relações de Pearson entre peso à emergência, com as demais características a maior correlação foi entre peso à emergência e largura do abdome de 0,41. Para comprimento do abdome e númerode ovaríolos no ovário esquerdo foi de -0,34, para peso da espermateca com peso do ovário direito 0,35 e 0,32 entre peso do ovário direito e peso do ovário esquerdo. As correlações de Spearman entre peso do ovário esquerdo e comprimento do abdome foi de 0,28, para peso do ovário esquerdo e largura do abdome foi de -0,32, para número de ovaríolos no ovário direito e peso do ovário direito foi de 0,27, por sua vez, a correlação entre o número de ovaríolos no ovário direito e o número de ovaríolos no ovário esquerdo foi de -0,37. O método histológico adaptado para a contagem dos ovaríolos possibilitou a contagem exata do número de ovaríolos em rainhas A. mellifera africanizadas virgens e fecundadas. De forma geral rainhas com os ovário direito mais pesado tem maior número de ovaríolos, porém não existe relação significativa com peso à emergência. Por sua vez, rainhas mais pesadas tendem a ter ovários mais pesados e espermatecas maiores.
Abstract: Several characteristics are used to qualify a queen Apis mellifera of quality, among them the number of ovarioles stands out, since this one is connected to several other characteristics of quality of the queen like, for example, spermatheca volume and weight of the queen to the emergency. Usually, ovarioles counts are performed on fertile queens due to the ease of manipulation of the ovaries. In virgin queens, counting is not performed normally, but it is considered that counting the number of ovarioles in virgin queens allows a time gain once that the queen does not need to be fertilized for counting, and not the loss of the matrix for counting, and that it can be performed on the daughters of the queen. Therefore, the objective of this study was to develop a method for counting ovarioles and to study the relationship between weight at emergence, external morphometric measurements, ovarian and spermathecae of virgin A. mellifera africanized queens. The data analyzed refer to measures of weight at the emergency, total length, length and width of the abdome, weight of the right and left ovary, weight of the spermathecae and number of ovaries in the right and left ovary of 50 virgin Africanized A. mellifera queens. For the counting of ovarioles a method was adapted based on several works carried out with bees A. mellifera. The methodology used consisted in the use of a histological procedure composed by fixation in Bouin for one hour, followed by three washes in 70% alcohol, with each wash 15 minutes. The ovaries were then gradually dehydrated in alcohol (80% alcohol, 90%, 95%, ten minutes each and two 30 minute washes in 100% alcohol), diaphanization (alcohol: xylene 1: 1: 30 minutes , and two xylol baths (30 minutes each), infiltration and inclusion (paraffin / xylene: 30 minutes and paraffin for 3 hours). After cutting the tissue in a 5 to 6 μm wide microtome, the blades with the tissue were stained with Harris Hematoxylin and Eosin. After staining the slides were mounted with coverslip and Canada Balsam. To verify the relationship between the characteristics, the variables were submitted to descriptive statistics, the Pearson correlation test and the Spearman correlation test, at a significance level of <0.05%. The histological method used to count the number of ovarioles was efficient in virgin queens and in fertile queens. The photographic record allowed precise counting of the number of ovarioles thus avoiding errors associated with data collection and, consequently, biased analyzes. The mean for emergency weight was 210.94 mg, 17.16 mm for total length, 10.47 mm for abdomen length, 4.98 mm abdomen width, 0.50 mg for spermathecae weight, 5.32 mg for the left ovary weight and 5.29 mg for the right ovary weight, 152 for the number of ovarioles in the right ovary and 139 ovaries in the left ovary. When Pearson's weightto-emergency ratios were evaluated, with the other characteristics, the highest correlation was between emergency weight and abdome width of 0.41. For abdome length and number of ovarioles in the left ovary was -0.34, for weight of spermatheca with right ovary weight 0.35 and 0.32 between right ovary weight and left ovary weight. Spearman's correlations between left ovary weight and abdomen length was 0.28, for left ovary weight and abdomen width was -0.32, for number of ovarioles inthe right ovary and right ovary weight was 0 , 27, on the other hand, the correlation between the number of ovarioles in the right ovary and the number of ovariolos in the left ovary was -0.37. The histological method adapted for the counting of the ovarioles allowed the accurate counting of the number of ovarioles in virgin and fertilized virgin A. mellifera queens. In general, queens with the heavier right ovary have a higher number of ovarioles, but there is no significant relation with weight at the emergency. In turn, heavier queens tend to have heavier ovaries and larger spermathecae.
URI: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4073
Aparece nas coleções:DV - Programa de Pós-Graduação em Zootecnia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DV_PPGZO_M_Domanski, Fernanda Raulino_2018.pdf
  Disponível a partir de 5000-01-01
2,12 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.