Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3725
Título: O desempenho de equipes em jogos empresariais: estudo sobre coesão e maturidade de equipes
Título(s) alternativo(s): The team performance in business games: a study of cohesion and maturity of the teams
Autor(es): Lewinski, Sandra Moreira
Orientador(es): Pilatti, Luiz Alberto
Palavras-chave: Grupos de trabalho
Desempenho - Avaliação
Comportamento organizacional
Jogos de empresas
Teams in the workplace
Performance - Rating of
Organizational behavior
Management games
Data do documento: 30-Mar-2011
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Ponta Grossa
Citação: LEWINSKI, Sandra Moreira. O desempenho de equipes em jogos empresariais: estudo sobre coesão e maturidade de equipes. 2011. 117 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2011.
Resumo: A formação de equipes de trabalho é fato crescente no cenário organizacional visando ao maior desempenho e competitividade através da união de conhecimentos, experiências e criatividade. Diante deste fato, o estudo do comportamento das equipes, quanto à integração social e da tarefa, chamadas de coesão, e da maturidade destas, sobre o desempenho, faz-se necessário para melhor geri-las. O objetivo do presente estudo foi analisar os efeitos da coesão e maturidade das equipes em relação ao desempenho empresarial através do uso de software simulador de jogos de empresas. O estudo apresenta como objetivo específico a adaptação de instrumento coesivo de equipe válido e confiável da área do esporte norte-americano para o meio empresarial e esportivo brasileiro. A primeira versão do instrumento adaptado foi aplicado em um teste piloto com 45 participantes e demonstrou uma alta consistência interna e uma baixa variação entre as 22 questões que compõem o instrumento. Após o teste-piloto o instrumento foi submetido a um juiz para definir a versão para teste e reteste. O estudo completo contemplou 173 membros de diferentes equipes. Após as duas aplicações de teste e reteste, os resultados foram tabulados e, utilizando-se das orientações de Cronbach (2004), foi calculado o coeficiente α (alfa) de Cronbach, que apresenta uma estimativa de confiabilidade sobre o instrumento. O coeficiente α encontrado para o instrumento global foi de α=0,9599 no teste, e de α=0,9648 no reteste. Os resultados apontam a consistência interna dos 22 itens de coesão de equipe como muito alta, para os diversos tipos de equipes estudadas no meio empresarial, acadêmico e esportivo brasileiro. Na segunda parte da pesquisa, com o objetivo mensurar a coesão, maturidade e desempenho, foram realizados estudos envolvendo 78 equipes de acadêmicos participantes da disciplina de jogos e/ou simulações de oito Instituições de Ensino Superior, localizadas no estado do Paraná, que utilizam o mesmo simulador empresarial, representadas por 9 turmas compondo amostra de 78 equipes. O método utilizado foi o indutivo, de natureza aplicada, e a metodologia se identifica como exploratória, quantitativa e estudo de campo. A média geral da coesão foi alta 9,02 na escala de 1 a 11 pontos e a média geral da maturidade também foi alta 4,22 na escala de 1 a 5 pontos, apresentando como resultado que a maioria das equipes possuem coesão alta e maturidade elevada. O desempenho das equipes nos jogos de empresa apresenta que 70% das equipes com alta coesão e maturidade elevada classificadas como equipes de alta performance atingiram desempenho entre 70% e 100% de aproveitamento. As equipes classificadas como reais ou verdadeiras obtiveram desempenho intermediário com 40,7% de desempenho entre 70% e 100%; e as equipes classificadas como potenciais que possuem maturidade intermediária, somente 21,42% delas atingiram o mesmo desempenho. O estudo concluiu que as equipes com maior coesão e maior maturidade possuem possibilidades maiores de desempenho alto.
Abstract: The formation of work teams is a growing fact in the organizational scenery aiming at improving performance and competitiveness through the union of knowledge, experience and creativity. Considering that fact to study the behavior of teams, in relation to social integration and task, called cohesion, and maturity of those on the performance, it is necessary to better manage them. The aim of this study was to analyze the effects of cohesion and maturity of the teams in relation to business performance through the use of software simulator business games. The study presents specific objective to the adjustment of cohesive tool of teamwork which is reliable and valid in the area of the American sport to the business and sporting Brazilian setting. The first version of the instrument was applied to a pilot test with 45 participants who demonstrated high internal consistency and a low variation among the 22 issues that comprise the instrument. After the pilot test, the instrument was submitted to a judge to set the version to test and retest. The full study included 173 members from different teams. After the two applications of test and retest the results were tabulated by using the guidelines of Cronbach (2004); the coefficient α (alpha) Cronbach was calculated, which gives an estimate of reliability on the instrument. The coefficient α found for the overall instrument was α = 0.9599 in the test, α = 0.9648 and retest. The results show the internal consistency of the 22 items of team cohesiveness as very high. As for the various types of teams studied in business and sporting Brazilian setting. In the second part of the research aiming at measuring cohesion, maturity and performance, it was carried out a second study involving 78 teams participating in the academic subject of games and / or simulations of eight higher education institutions located in the state of Paraná, using the same simulator business, represented by nine groups composing the sample of 78 teams. The method used was the inductive, nature and classification of the methodology applied as exploratory, quantitative and field study. The average cohesion was high 9.02 on scale from 1 to 11 points and the average maturity was also high 4.22 on a scale of 1 to 5 points, with the result showing that most teams have high cohesion and high maturity. The performances of the teams in the firm games show that 70% of the teams with high cohesion and maturity are classified as high-performance teams because they achieved performance between 70% and 100% yield. Teams classified as real or true obtained intermediate performance with 40.7% in performance between 70% and 100% and the teams that are classified as potential have intermediate maturity only 21.42% achieved the same performance. The study found that teams with greater cohesion and greater maturities have higher odds of high performance.
URI: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3725
Aparece nas coleções:PG - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PG_PPGEP_M_Lewinski, Sandra Moreira_2011.pdf
  Disponível a partir de 5000-01-01
2,1 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.