Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3700
Título: Resistência a mudanças em processos de inovação em instituições de ensino superior: o caso Cescage
Autor(es): Maravieski, Edilma Lechmann
Orientador(es): Reis, Dálcio Roberto dos
Palavras-chave: Mudança (Psicologia)
Comportamento organizacional
Universidades e faculdades particulares
Change (Psychology)
Organizational behavior
Private universities and colleges
Data do documento: 2-Out-2009
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Ponta Grossa
Citação: MARAVIESKI, Edilma Lechmann. Resistência a mudanças em processos de inovação em instituições de ensino superior: o caso Cescage. 2009. 131 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Ponta Grossa, 2009.
Resumo: A presente pesquisa tem como objetivo propor formas de minimizar as resistências às mudanças em processos de inovação num ambiente intraorganizacional, bem como identificar quais são as resistências que acontecem individualmente, em grupo, as razões para as resistências acontecerem e como a organização pesquisada vê os processos de mudança. As organizações estão inseridas num sistema competitivo onde a aprendizagem é fator natural. Melhorar a cada processo, a cada cliente novo, a cada produto tornou-se imprescindível para se manter firme perante a concorrência. O aprendizado natural faz com que as organizações devam estar atentas em desenvolver estruturas e sistemas internos que sejam adaptáveis à mudança exigida pelo mercado. As mudanças nem sempre são fatores de sucesso para as empresas, elas acontecem como sendo inevitáveis e necessárias à sobrevivência de um negócio. Mesmo a organização estando disposta e preparada para mudar, as resistências acontecem e interferem no processo de melhoria. A pesquisa foi realizada em uma instituição de ensino superior privado da cidade de Ponta Grossa - Pr. A metodologia utilizada nesta pesquisa classifica-se como empírica exploratória tendo como método o estudo de caso e abordagem predominantemente qualitativa. Os instrumentos utilizados nesta pesquisa foram: a observação e o questionário o qual é composto por quatro blocos, totalizando 55 questões que foram aplicados aos colaboradores acadêmicos e administrativos (líderes de equipes) que participaram de processos de mudanças organizacionais. A amostra foi constituída por 29 colaboradores, acadêmicos e administrativos. Os resultados obtidos estão apresentados individualmente e ao final de cada bloco foi feito um comparativo entre as respostas dos grupos de respondentes com a finalidade de identificar as resistências comuns, consideradas como válidas institucionalmente. As principais resistências identificadas no estudo estão relacionadas com a comunicação das mudanças; o estado psicológico em que as pessoas se encontram e o comodismo que uma situação conhecida proporciona. Ao final apresenta-se as conclusões da pesquisa, bem como sugestões para trabalhos futuros.
Abstract: This research aims to propose ways to minimize the resistance to changes in processes of innovation in an intra-organizational and identify what are the resistance that happens individually, in groups, the reasons for the resistance happen and how the searched organization sees the processes of change. Organizations are embedded in a competitive system where learning is natural factor. Improve each process, each new customer; every product has become essential to keep stability regarding competition. The natural learning makes the organizations should pay attention to develop internal systems and structures that are adaptable to changes required by the market. The changes are not always factors of success for businesses, they happen to be inevitable and necessary to the survival of a business. Even if the organization is willing and prepared to change the resistance occurs and interferes in the process of improvement. The study was conducted in a private institution of higher education in the city of Ponta Grossa - Pr The methodology used in this research are to be treated as exploratory and empirical method as the case study approach and predominantly qualitative. The instruments used in this study were: the observation and questionnaire which is composed of four blocks, totaling 55 issues that were applied to academic and administrative staff (the team leaders) who participated in processes of organizational change. The sample consisted of 29 employees, academics and administrators. The results are presented individually and at the end of each block was a comparison between the responses of groups of respondents in order to identify the common resistance, considered as valid institutionally. The main resistances identified in the study are related to communication on the changes; the psychological state in which people meet and convenience that provides a condition known. In the end it presents the findings of the research and suggestions for future work.
URI: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3700
Aparece nas coleções:PG - Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PG_PPGEP_M_Maravieski, Edilma Lechmann_2009.pdf
  Disponível a partir de 5000-01-01
594,88 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.