Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3436
Título: Obtenção de variabilidade genética em aveia preta (Avena strigosa Schreb) por meio de agentes mutagênicos químicos
Título(s) alternativo(s): Induction of genetic variability in black oat (Avena strigosa Schreb) by chemical mutagens
Autor(es): Baretta, Douglas Rodrigo
Orientador(es): Finatto, Taciane
Palavras-chave: Genética vegetal
Plantas - Mutação
Melhoramento de cultivos agrícolas
Plant genetics
Plant mutation
Crop improvement
Data do documento: 10-Mai-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Citação: BARETTA, Douglas Rodrigo. Obtenção de variabilidade genética em aveia preta (Avena strigosa Schreb) por meio de agentes mutagênicos químicos. 2018. 58 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2018.
Resumo: Consolidada como a principal fonte de forragem no inverno em regiões temperadas do Brasil, o gênero Avena sp., em sua maioria Avena strigosa Scherb (aveia preta), ocupam áreas do norte do Paraná ao extremo sul do Rio Grande do Sul. Todavia há baixa disponibilidade de cultivares de aveia preta, pois o progresso genético obtido pelas instituições de pesquisa, quando comparadas a grandes culturas, tornam-se mínimos em virtude de dificuldades em promover rearranjos genéticos. Limitações operacionais e morfológicas na realização das hibridação artificiais e baixa germinabilidade destas são fatores negativos determinantes. Com o objetivo de promover incremento na variabilidade genética por meio de indução de mutações, dois agentes mutagênicos químicos, EMS (etilmetanossulfonato) e MMS (metilmetanossulfonato), em diferentes concentrações foram utilizados em um genótipo fixo de aveia preta. Mensurou-se efeitos deletérios e benéficos nos caracteres estatura de plantas (EST), dias da emergência a floração (DEF), massa seca total (MS), massa de grãos (MG), e índice de colheita (IC) em duas gerações M1 e M2. Os resultados demonstraram eficiência de ambos mutagênicos testados em gerar plantas com características fenotípicas divergentes do genótipo original. Variações em caracteres qualitativos como cor da sementes e arquitetura de plantas puderam ser observados nas avaliações. Os agentes mutagênicos EMS e MMS nas concentrações 3% e 0,75% respectivamente são eficientes em gerar mutantes de aveia preta para os caracteres: DEF, EP, MS, MG e IC.
Abstract: Consolidated as the main source of winter forage in the temperate regions of Brazil, the genus Avena sp., mainly Avena strigosa Schreb. (black oats), occupy areas from northern Paraná to the southern end of Rio Grande do Sul. However, there is a low availability of black oat cultivars, since the genetic progress obtained by the research institutions, when compared to large crops, is minimal due to difficulties in promoting genetic rearrangements. Operational and morphological limitations in artificial hybridization and low germination are negative determinants. With the objective of promoting increased genetic variability through the induction of mutations, two chemical mutagenic agents, EMS (ethyl methanesulfonate) and MMS (methyl methanesulfonate) were used on a fixed black oat genotype at different concentrations. Deleterious and beneficial effects on plant stature characteristics (EST), such as flowering emergence days (DEF), total dry matter (MS), grain mass (MG), and harvest index (IC), were measured over two generations M1 and M2. The results demonstrated the efficiency of both the tested mutagens in generating plants that had phenotypic characteristics that were divergent from the original genotype. Variations in qualitative characters such as seed color and plant architecture could be observed in the evaluations. The mutagenic agents EMS and MMS, at the concentrations of 3% and 0.75% respectively, were efficient enough to generate mutants of black oats for the characters: DEF, EP, MS, MG and IC.
URI: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3436
Aparece nas coleções:PB - Programa de Pós-Graduação em Agronomia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_PPGAG_M_Baretta, Douglas Rodrigo_2018.pdf
  Disponível a partir de 5000-01-01
4,59 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.