Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3119
Título: Pochonia chlamydosporia no manejo de rizoctoniose
Título(s) alternativo(s): Pochonia chlamydosporia in rizoctoniose management
Autor(es): Cabrera, Julieth Melissa
Orientador(es): Giaretta, Rosangela Dallemole
Palavras-chave: Fitopatologia
Fungos fitopatogênicos
Fungos nematófagos
Plant diseases
Phytopathogenic fungi
Fungi, Nematode-destroying
Data do documento: 9-Mar-2018
Editor: Universidade Tecnológica Federal do Paraná
Câmpus: Pato Branco
Citação: CABRERA, Julieth Melissa. Pochonia chlamydosporia no manejo de rizoctoniose. 2018. 44 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2018.
Resumo: O fungo Rhizoctonia solani é um patógeno habitante de solo causador de tombamentos de plântulas de pré e pós-emergência em inúmeros hospedeiros. O controle biológico é um método alternativo que pode ser utilizado no manejo desta doença. Os objetivos deste estudo foram avaliar, in vitro, a ação antagonista e de metabólitos voláteis de isolados de Pochonia chlamydosporia e o potencial destes isolados de P. chlamydosporia no manejo do tombamento de plântulas de beterraba causado por R. solani. Para isto foram realizados testes, in vitro, utilizando dez isolados de P. chlamydosporia contra o fungo R. solani por meio da realização dos testes de antagonismo de pareamento e a avaliação do efeito de metabólitos voláteis sobre o crescimento micelial do patógeno. Estes estudos foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado com 10 e 5 repetições, respectivamente, por tratamento e repetido por duas vezes. No teste de pareamento apenas os isolados Pc 1, Pc 5, Pc 7, Pc 8, Pc 9 e Pc 10 de P. chlamydosporia reduziram significativamente o crescimento micelial do patógeno R. solani em relação ao tratamento testemunha. No teste de metabolitos voláteis, apenas no primeiro ensaio, os isolados Pc 1 e Pc 2 de P. chlamydosporia diferiram do tratamento testemunha reduzindo em até 22,67% o crescimento micelial do patógeno. Também foram realizados dois ensaios, in vivo, em casa de vegetação. Para a montagem deste estudo foram colocados separadamente em sacos plásticos pretos, 3 kg de solo, 10 g/kg de solo do inóculo do patógeno, previamente crescido em substrato de arroz e umedecido até capacidade de campo. Em seguida essa mistura foi homogeneizada e armazenada em casa de vegetação a ±24oC. Após sete dias foi adicionado separadamente em cada saco o inóculo dos respectivos isolados de P. chlamydosporia (30g/kg de solo), homogeneizado e armazenado por mais sete dias em casa de vegetação. No tratamento testemunha não foi adicionado o antagonista. Após este período, o solo de cada saco foi colocado em vasos de polipropileno de 300 g e semeadas dez sementes de beterraba/vaso. Cada tratamento foi constituído por 10 repetições. Após a emergência das primeiras plântulas de beterraba foi avaliado por 21 dias consecutivos o número de plântulas de beterraba emergidas e tombadas. No primeiro ensaio, nenhum isolado de P. chlamydosporia controlou o tombamento de plântulas causado por R. solani, em relação ao tratamento testemunha. No segundo ensaio, até os 14 dias, exceto os isolados Pc 3, Pc 4 e Pc 10, todos os outros reduziram o número de plântulas de beterraba tombadas em relação ao tratamento testemunha.
Abstract: The Rhizoctonia solani fungus is a soil-borne pathogen that causes damping off in pre and post-emergence seedling to numerous hosts. Biological control is an alternative method that could be used to manage this disease. The objectives of this study were to evaluate, in vitro, the antagonistic action and volatile metabolites of Pochonia chlamydosporia isolates and the potential of these P. chlamydosporia isolates in the damping off beet seedlings management caused by R. solani. In this regard, firstly were performed tests, in vitro, using ten isolates of P. chlamydosporia against the fungus R. solani through confrontation test and the evaluation of volatile metabolites effect on pathogen mycelial growth. These studies were conducted in a completely randomized design by 10 and 5 replications per treatment, respectively, repeated twice. In the confrontation test the Pc 1, Pc 5, Pc 7, Pc 8, Pc 9 and Pc 10 P. chlamydosporia isolates reduced significantly the R. solani pathogen mycelial growth comparing with the control treatment. In the volatile metabolites test, only at the firts assay, the isolated Pc 1 and Pc 2 differ from the control treatment reducing 22.67% the pathogen mycelial growth. Also two, in vivo, experiments were conducted in the greenhouse. Initially, to assembly this study was placed separately in black plastic bags 3 kg of soil, 10 g/kg of inoculum pathogen soil, previously grown in rice substrate and moistened until field capacity. Then this mixture was homogenized and stored in a greenhouse at ± 24°C. After 7 days added 30 g/kg of soil each bag the respective isolates inoculum of P. chlamydosporia (30g/kg of soil), it was homogenized and stored for another 7 days in a greenhouse. The antagonist was not added in the control treatment. After this period, the soil in each bag was placed, separately, in 300 g polypropylene pot and sown 10 beet seeds/pot. Each treatment consisted by 10 replications. After the first beet seedlings emergence, the number of emerged and damped off beet seedlings was evaluated for 21 consecutive days. In the fisrt test, none P. chlamydosporia isolates control the seedlings damping off caused by R. solani, comparing with the control treatment. In the second test, until the 14 days, except the Pc 3, Pc 4 and Pc 10 isolates, all other isolates reduce the damping off beet seedlings number compared with the control treatment.
URI: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/3119
Aparece nas coleções:PB - Programa de Pós-Graduação em Agronomia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_PPGAG_M_Cabrera, Julieth Melissa_2018.pdf
<   Disponivel a partir de 5000-01-01
986,28 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.