Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/2683
Título: Redes e meandros da relação entre o público e o privado no processo de "federalização" do Centro Universitário Católico do Sudoeste do Paraná - UNICS: a arte de cair em pé
Título(s) alternativo(s): Networks and intricacy between the public and the private in the federalization process of the Catholic University Center of Southwest Paraná – UNICS: come out of it in the best possible shape
Autor(es): Turmena, Leandro
Orientador(es): Azevedo, Mário Luiz Neves de
Palavras-chave: Educação - História
Ensino superior e Estado
Universidades e faculdades católicas
Education - History
Higher education and State
Catholic universities and colleges
Data do documento: 21-Mar-2016
Editor: Universidade Estadual de Maringá
Câmpus: Dois Vizinhos
Citação: TURMENA, Leandro. Redes e meandros da relação entre o público e o privado no processo de federalização” do Centro Universitário Católico do Sudoeste do Paraná – UNICS: a arte de cair em pé. 2016. 296 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual de Maringá, Maringá, 2016.
Resumo: Esta pesquisa investiga os meandros e as redes da relação público/privado que consistiu na implantação do Instituto Federal do Paraná (IFPR), campus Palmas no ano de 2009, explicitando a que demandas sociais correspondeu o processo de “federalização” do Centro Universitário Católico do Sudoeste do Paraná (UNICS). A pesquisa está assentada, epistemologicamente, no método do materialismo histórico dialético e, metodologicamente consultadas fontes primárias (leis, documentos, entre outros), entrevistas com os envolvidos diretamente no processo estudado e levantamento bibliográfico em obras clássicas, livros, artigos de periódicos, entre outros materiais. Primeiramente foi apontado o cenário da educação superior nos governos de FHC e Lula, e, em particular, a expansão numérica de instituições, na sua maioria privadas. Em seguida, problematizou-se sobre o desenvolvimento histórico de Palmas e a Igreja Católica neste contexto. Posteriormente abordou-se a historicidade do ensino superior em Palmas e o processo de implantação do Instituto Federal (IF). Constatou-se que, a implantação do ensino superior em Palmas, gestado pela Igreja Católica na década de 1960 e, mantida pelo Centro Educacional e Assistencial Dom Carlos (CPEA), balizado pelas políticas educacionais dos governos militares, enfrentou, no decorrer de sua história, problemas de ordem financeira fazendo com que seus gestores e sua mantenedora recorressem, em algumas ocasiões, ao Estado, visando pleitear subsídios que garantissem a manutenção das atividades. A partir do primeiro quinquênio do ano 2000 a crise financeira se agravou ocasionada pela diminuição do número de alunos. Neste sentido, houve um movimento conduzido pelo CPEA/UNICS, apoiado por políticos dos poderes executivo e legislativo, empresários/comerciantes, conduzido pela relação de amizade entre o Bispo Emérito da Diocese de Palmas e Francisco Beltrão, Dom Agostinho José Sartori e o governador do Paraná, Roberto Requião para a “federalização” do UNICS. Este processo se concretizou numa triangulação das esferas público federal, público estadual e privado – o Estado do Paraná procedeu a desapropriação da estrutura física, indenizando a mantenedora, e transferiu ao governo Federal para a implantação de um campus do IF – para a qual foram determinantes as relações de patrimonialismo e afinidades pessoais, demostrando que ainda não se superou no Brasil a distinção entre público e privado confundindo-os, neste caso, ainda mais. O estudo demonstrou também, que a “federalização” não foi um projeto de política pública de Estado para atender as demandas sociais e necessidades da classe trabalhadora por educação pública e gratuita. Foi um projeto arquitetado pela Igreja Católica tendo como representante o CPEA, fazendo uso do Estado para salvar a sua falência. Foi literalmente a “arte de cair em pé”.
Abstract: This research investigates the networks and intricacy of public / private relationship which consisted on the implementation of the Federal Institute of corresponded to the process of "federalization" of the Catholic University Center of southwest Paraná - UNICS. The research is epistemologically based on the dialectical and historical materialism method, primary sources (laws, documents and others) methodologically consulted, interviews with the ones directly involved in the studied process, and literature findings in classical works, books, journal articles, among other materials. It was first pointed out the scenario of higher education in the FHC and Lula governments, and in particular, the numerical expansion of institutions, mostly private ones. Then it was discussed the historical development of Palmas and the Catholic Church in this context. Later, the historicity of higher education in Palmas and the implementation process of the Federal Institute (FI). It was found that the implementation of higher education in Palmas, gestated by the Catholic Church in the 1960s and maintained by the Education and Assistance Center Dom Carlos (CPEA), marked by the educational policies of the military government, faced financial problems in the course of history, this way taking its managers and sponsor to resort to the State for money in order to help keep the educational activities. In early 2000s, the financial crisis worsened, causing a decrease in the number of students. In this sense, there was a movement led by CPEA / UNICS, supported by politicians from the executive and legislative branches, traders/ businessmen, led by the friendship between Emeritus Bishop of Diocese of Palmas-Francisco Beltrão, Dom Agostinho Jose Sartori and the governor of Parana, Roberto Requião for the "federalization" of UNICS. This process was possible due to the union of the three spheres: federal, state and private. The State of Paraná held expropriation of the physical structure, indemnifying the sponsor , and transferring to the Federal Government for the implementation of a campus FI – For this to happen, the patrimonial relationships and personal affinities were very important, showing that in Brazil the distinction between public and private has not exceeded yet, in this case, making them even more confusing. The study also showed that the "federalization" was not a State public policy project to meet social demands and needs of the working class for free and public education. It was a project devised by the Catholic Church having CPEA as a representative making use of the state to avoid its bankruptcy. It was literally “the art of bouncing back from a hard time.
URI: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/2683
Aparece nas coleções:PCS - Teses

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
UEM_PPGE_T_Turmena, Leandro_2016.pdf24,32 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.