Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1793
Título: Aprendizagem de um gênero de discurso e de atividade de autoconfrontação em ações de formação docente continuada na educação superior
Título(s) alternativo(s): The learning of a self-confrontation speech and activity genre in actions of university teacher continuing education
Autor(es): Althaus, Dalvane
Banks-Leite, Luci
Palavras-chave: Análise do discurso
Aprendizagem
Professores - Formação
Educação permanente
Professores universitários
Discourse analysis
Learning
Teachers, Training of
Continuing education
College teachers
Data do documento: 2015
Câmpus: Pato Branco
Citação: ALTHAUS, Dalvane; BANKS-LEITE, Luci. Aprendizagem de um gênero de discurso e de atividade de autoconfrontação em ações de formação docente continuada na educação superior. In: SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS DE GÊNEROS TEXTUAIS, 2015, São Paulo. Anais... São Paulo: [s.n.], 2015.
Resumo: Este texto tem por objetivo discutir uma questão central de um estudo de doutorado, em andamento, sobre a aprendizagem do gênero do discurso em situação de autoconfrontação. Esta consiste em um procedimento no qual um trabalhador observa suas imagens, video gravadas no momento em que realiza atividades relativas ao seu ofício; solicita-se que ele comente o que estava realizando nas imagens, de forma a elucidar questões para si mesmo e para um outro – seja um interveniente (intervenant) (autoconfrontação simples), seja um colega de trabalho (autoconfrontação cruzada) (CLOT, 2008/2010). No contexto dessa pesquisa os trabalhadores autoconfrontados são professores e alunos do Ensino Superior que participam de uma ação de formação docente continuada. O objeto da pesquisa é o processo de aprendizagem do gênero do discurso em situação de autoconfrontação, tendo como sujeito uma pessoa que conduz autoconfrontações em formação, que inicialmente observa a condução dos diálogos e reflexões e vai aos poucos participando da atividade de autoconfrontação e se tornando, também, formadora de outra. A fundamentação teórico-metodológica que embasa a pesquisa busca uma articulação entre ciências como a Psicologia do Trabalho, a Psicologia Histórico-Cultural e a Linguística. Os conceitos abordados são provenientes da teoria da psicologia do trabalho elaborada por Yves Clot, no âmbito da Clínica da Atividade e dos estudos sobre os gêneros de atividade (CLOT, 2008/2010); da teoria Vigotskiana de desenvolvimento humano, com ênfase nas questões de linguagem e pensamento (VIGOTSKI, 1934/1998); e do princípio dialógico Bakhtiniano (BAKHTIN, 1979/2011). Acreditamos que a formação da pessoa que conduz autoconfrontações ocorre por meio da aprendizagem de um gênero de discurso e de um gênero de atividade.
Abstract: The objective of this text is to discuss a central question in a doctorate study, in progress, about the learning of the speech genre in self-confrontation situations. This consists of a procedure, which a worker observes your own images, video recorded at the time it performs activities related to their craft; It requests that he comment on what he was doing on the images in order to clarify matters for himself and another - be it a intervenant (simple self-confrontation) or a coworker (crossed self-confrotation). (CLOT, 2008/2010). In the context of this research, the confronted workers are university teachers and students who participate in an action of teacher continuing education. The object of the research is the process of speech genre of learning self-confrontation situation, having as subject a person who conducts self-confrontations training, which initially observed the conduct of dialogues and reflections, and will gradually participating in the self-confrontation activity and becoming also forming another. The theoretical foundations of the research seeks an articulation between sciences such as the Psychology of Labor, the Cultural-historical Psychology and Linguistics. The concepts that are employed come from Clot´s theory of the Psychology of Labor, that is, from the Clinic of Activity and from the activity genre studies (CLOT, 2008/2010); they also come from the Vygotskian theory of human development, with the concepts of thinking and speech (VIGOTSKI, 1934/1998); and from the Bakhtinian dialogic principle (BAKHTIN, 1979/2011). We believe that the formation of the person conducting self-confrontation occurs through learning a gender of speech and a genre of activity.
URI: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/1793
Aparece nas coleções:PCS - Trabalhos publicados em Eventos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SIGET_Althaus, Dalvane_2015.pdf
  Disponível a partir de 5000-01-01
300,56 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.