Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4066
Registro completo de metadados
Campo DCValorIdioma
dc.creatorPrasniewski, Anaclara-
dc.date.accessioned2019-05-15T15:50:06Z-
dc.date.available5000-
dc.date.available2019-05-15T15:50:06Z-
dc.date.issued2019-02-25-
dc.identifier.citationPRASNIEWSKI, Anaclara. Isolamento de compostos bioativos das folhas de jambo (Syzygium malaccense). 2019. 119 f. Dissertação (Mestrado em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos) - Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Pato Branco, 2019.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.utfpr.edu.br/jspui/handle/1/4066-
dc.description.abstractJambo (Syzygium malaccense) is a medicinal plant used in Brazil for therapeutic purposes because it has hypoglycemic and anti-inflammatory potential. Despite its widespread use of traditional medicine, studies involving its leaves are still scarce. Thus, there is a lack of information about its chemical composition and biological activities. In this work, a study was carried out to isolate bioactive compounds from S. malaccense leaves, using bioguided monitoring by antioxidant activity assays such as: Iron reduction (FRAP), radical scavenging of synthetic (DPPH and ABTS) and peroxyl radical (ORAC) and content of total phenolic compounds (TPC). The chemical profile was determined by means of chromatographic techniques (HPLC-DAD-FL and UHPLC-ESI-Q-TOF-MS / MS). Initially, two exhaustive successive extractions (E1 and E2) were tested: E1 - made from the crude leaves and E2 starting from a crude extract EtOH: H2O (40:60 v/v), using the lyophilized material. Using the following solvents: Hexane, dichloromethane, ethyl acetate, acetone, ethanol and ethanol: water 40:60 v/v. After analyzing the chemical profile and antioxidant activity (AA), it was verified that the solvent of medium polarity (acetone) allowed a greater extraction of bioactive compounds. Thus, the acetone fraction (Fr-Ace) originated from extraction 2 (E2), was characterized by high levels of TPC and antioxidant activity. The compounds identified by CLAE-DAD-FL in this fraction were myricitrin (14.12 mg g-1), quercetin (0.88 mg g-1), catechin (0.84 mg g-1) and gallic acid (3.57 mg g-1). The results obtained for Fr-Ace from the UHPLC-MS/MS trial allowed the identification of 30 compounds, of which 25 are unprecedented for S. malaccense leaf extract, of the compounds belonging to the class of flavonoids. The purification of Fr-Ace on an open column allowed the collection of 96 subfractions, which after thin layer chromatography (TLC) analysis were reassembled in 19. The characterization of phenolic compounds from the 19 subfractions demonstrated that AA was potentiated after purification (HPLC-SEMIPREP) and 3 compounds were isolated. Compound 1 (C1) was identified by HPLC-DAD-FL as the flavonoid glycosylated myricitrin. Compounds 2 and 3 (C2 and C3) showed profiles in ultraviolet and medium infrared absorption assays that indicate similar behavior with the class of flavonoids. The isolated compounds showed high bioactivity against sequestration of the DPPH and superoxide radical and in reducing the Folin-ciocalteau and Fe3+ (FRAP) reagent. Techniques such as NMR (13C and 1H), and UHPLC-MS MS will still be applied for complete identification and confirmation of the compounds. However, this work demonstrated that the bioguided isolation and chemical characterization of S. malaccense allowed to prove the biological potential and its chemical composition, rich in glycosylated flavonoids, justifying its therapeutic use. From the results obtained it is possible to suggest the use of the leaves of jambo in new herbal formulations, as a substitute extract of synthetic antioxidants, and as a source of the compound myricitrin.pt_BR
dc.description.sponsorshipCoordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Tecnológica Federal do Paranápt_BR
dc.rightsembargoedAccesspt_BR
dc.subjectAntioxidantespt_BR
dc.subjectCompostos bioativospt_BR
dc.subjectJambopt_BR
dc.subjectFlavonóidespt_BR
dc.subjectAntioxidantspt_BR
dc.subjectBioactive compoundspt_BR
dc.subjectSyzygiumpt_BR
dc.subjectFlavonoidspt_BR
dc.titleIsolamento de compostos bioativos das folhas de jambo (Syzygium malaccense)pt_BR
dc.title.alternativeIsolation of bioactive compounds from leaves of jambo (Syzygium malaccense)pt_BR
dc.typemasterThesispt_BR
dc.description.resumoJambo (Syzygium malaccense) é uma planta medicinal utilizada no Brasil com fins terapêuticos por apresentar potencial hipoglicêmico e anti-inflamatório. Apesar de sua ampla utilização na medicina tradicional, os estudos envolvendo suas folhas ainda são escassos e, há carência de informações sobre sua composição química e atividades biológicas. Desta forma, neste trabalho foi realizado um estudo de isolamento de compostos bioativos das folhas de S. malaccense, utilizando monitoramento bioguiado por meio de ensaios de atividade antioxidante como: redução do Ferro (FRAP), capacidade de sequestro de radicais sintéticos (DPPH e ABTS) e radical peroxil (ORAC) e teor de compostos fenólicos totais (CFT). O perfil químico foi determinado por meio de técnicas cromatográficos (CLAE-DAD-FL e UHPLC-ESI-Q-TOF-MS/MS). Foram testadas duas extrações (E1 e E2) sucessivas de maneira exaustiva: E1 – realizada a partir das folhas e E2 partindo de uma extrato bruto produzido com a mistura de solventes EtOH:H2O (40:60 v/v), utilizando o material liofilizado. Foram utilizados os seguintes solventes em ordem crescente de polaridade: hexano, diclorometano, acetato de etila, acetona, etanol e etanol:água 40:60 v/v. Após a análise de perfil químico e atividade antioxidante (AA) foi verificado que o solvente de média polaridade acetona (Fr-Ace) originada da extração 2 (E2) se destacou por possuir elevados teores de CFT e atividade antioxidante. Os compostos identificados por CLAE-DAD-FL nessa fração foram miricitrina (14.12 mg g-1), quercetina (0.88 mg g-1), catequina (0.84 mg g-1) e ácido gálico (3.57 mg g-1). Os resultados obtidos para a Fr-Ace a partir do ensaio UHPLC-MS/MS permitiu a identificação de 30 compostos, dos quais, 25 são inéditos para o extrato de folhas de S. malaccense, sendo a maioria dos compostos pertencente à classe de flavonoides. A purificação de Fr-Ace em coluna aberta permitiu a coleta de 96 subfrações, que, após análise de cromatografia em camada delgada (CCD) foram reagrupadas em 19. A caracterização de compostos fenólicos das 19 subfrações demonstrou que a AA foi potencializada após a purificação, destacando as subfrações 13, 14 e 15. A partir da subfração 15 foi realizado o isolamento em cromatografia semipreparativa (CLAE-SEMIPREP) e foram isolados 3 compostos. O composto 1 (C1) foi identificado por CLAE-DAD-FL como o flavonoide glicosilado miricitrina. Os compostos 2 e 3 (C2 e C3) apresentaram perfis em ensaios de absorção no ultravioleta e infravermelho médio que indicam comportamento similar com a classe de flavonoides. Os compostos isolados apresentaram elevada bioatividade frente ao sequestro do radical DPPH e superóxido, e em reduzir o reagente de Folin-ciocalteau e Fe3+ (FRAP). Técnicas como RMN de 13C e 1H, e UHPLC-MS/MS ainda serão aplicadas para completa identificação e confirmação dos compostos. Todavia, este trabalho demonstrou que o processo de isolamento bioguiado e caracterização química de S. malaccense permitiu comprovar o potencial biológico e sua composição química, rica em flavonoides glicosilados, justificando o seu uso terapêutico. A partir dos resultados obtidos é possível sugerir a utilização das folhas de jambo em novas formulações de fitoterápicos, e como extrato substituinte de antioxidantes sintéticos, e ainda como fonte do composto miricitrina.pt_BR
dc.degree.localPato Brancopt_BR
dc.publisher.localPato Brancopt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/5704258082509353pt_BR
dc.contributor.advisor1Oldoni, Tatiane Luiza Cadorin-
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3815028689849043pt_BR
dc.contributor.referee1Oldoni, Tatiane Luiza Cadorin-
dc.contributor.referee2Ascari, Jociani-
dc.contributor.referee3Alencar, Severino Matias de-
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.programPrograma de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicospt_BR
dc.publisher.initialsUTFPRpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA QUIMICApt_BR
dc.subject.capesEngenharia Químicapt_BR
Aparece nas coleções:PB - Programa de Pós-Graduação em Tecnologia de Processos Químicos e Bioquímicos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PB_PPGTP_M_Prasniewski, Anaclara_2019.pdf
  Disponível a partir de 5000-01-01
4,29 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir Solicitar uma cópia


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.